Cidades da Região Norte do BrasilMarcadores

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Restaurante Matisuba



O Mitsuba   é um excelente restaurante de comida Japonesa , na Tijuca, Rua São Francisco Xavier , 170, bairro nobre da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro . O local é pequeno, mas o seu principal diferencial está na diversidades de pescados frescos disponíveis diariamente e um cardápio bem variado. O serviços é ótimo, preço justo e  comida deliciosa. Já fui ao local várias vezes.  No dia do almoço pedi uma porção de  Guioza  , Uma porção de  Tempura de Legumes e Camarão , um   Combinados especiais do Chefe de Sushi e Sashimi . Tudo estava delicioso!!   Recomendadíssimo!! Lembro que tem um pequeno estacionamento na frente do restaurante.  



Guioza

Combinados de Sushi e Sashimi

Tempura de Camarão e Legumes
e  Sashimi de Atum e  Salmão






O Res

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Restaurante Daiki Sushi - São Paulo

 Largo Sen. Raul Cardoso, 40 - Vila Mariana,
 São Paulo - SP, 04021-070

O Daiki Suchi é um excelente restaurante de comida Japonesa ,  em Vila Mariana, bairro de  Sampa com bons restaurantes a preços módicos . O local é pequeno, mas o cardápio oferece uma grande variedade de pratos frios e quentes. O serviços é ótimo, preço justo e  comida deliciosa. Fui ao local no almoço . Na entrada pedi  Guioza e a Combinação  Especial  do Sushiman ( não lembro o nome).  Os Pratos Principais foram : um  Combinado e  um Sukiyaki . Ambos deliciosos!! A casa também oferece   a Cerveja Paulistânia . Muito boa mesmo!  Recomendadíssimo!!





Guioza

Combinação  Especial do Sushiman

Cerveja Paulistânia

Combinados

Sukiyaki

Cantinho do Vocabulário Gastronômico - 23/08/2016- Mlenirz - Restaurante Arturito - Sampa







 Vocabulário Gastronômico 

 Restaurante Arturito




  • Ceviche - é um prato de origem peruana baseado em peixe cru marinado em suco de limão ou lima ou outro cítrico

  • O pisco sour -  é um coquetel típico da gastronomia sul-americana, especialmente do Peru e Chile, preparado à base de pisco e limão
  • Pisco -  é o nome de duas variedades diferentes de aguardente de uva, produzidas respectivamente no Peru e no Chile.
  • Empanada-  na Espanha, e em quase todos os países da América Latina, é o equivalente ao pastel português, uma preparação individual de massa de farinha recheada e assada em forno ou frita.
  • escarola - é uma verdura semelhante à alface, porém suas folhas são mais duras, escuras e possuem sabor amargo.
  • O Parmigiano  - é o queijo italiano parmesão .
  • Fregola Sarda - é um tipo de pasta com forma esférica da ilha italiana da Sardenha.
  • Harissa - é um molho de pimenta picante comum na culinária da África do Norte (Marrocos, Tunísia, Argélia).
  • O chimichurri - é um molho tradicional na Argentina e no Uruguai, usado principalmente para fazer churrascos
  • Seppia -  é uma espécie de lula que possui uma bolsinha com um liquido preto. E o “Nero di seppia” se refere exatamente a pratos preparados com esse liquido escuro.
  • O mexilhão -  é um molusco bivalve da ordem Mytiloida, consumido como fonte de alimento
  • Brangus -  é uma raça bovina   resultado do cruzamento entre o Angus e o Zebu . No Brasil, trabalho similar de cruzamento, utilizando as raças Angus e Nelore, foi desenvolvido por técnicos do Ministério da Agricultura em Bagé, em fase experimental à partir de 1940.
  • Brioche -  é um pão doce de origem francesa, feito com alto teor de manteiga e ovo
  • O Brulée -  vem do francês, significa queimado – uma referência óbvia à casquinha crocante de açúcar queimado que cobre o creme.
  • Creme inglês -  é um creme feito com açúcar, gemas de ovos e leite quente, normalmente misturado com essência de baunilha
  •  Urucum -  é o fruto do urucuzeiro ou urucueiro, arvoreta da família das bixáceas, nativa na América tropical, que chega a atingir altura de até seis metros. Apresenta grandes folhas de cor verde-claro e flores rosadas com muitos estames. 

domingo, 21 de agosto de 2016

Restaurante Arturito - São Paulo


Rua  Artur de Azevedo , 542 -
Pinheiros
O Restaurante Arturito da Cozinheira Paola Carosella  oferece  um  cardápio simples e enxuto. A Paola preza por  ingredientes frescos, de boa procedência, naturais e simples. A maioria dos pratos é preparado no forno à lenha.   O restaurante tem um ambiente elegante, preço justo e o atendimento  é razoável. Achei alguns garçons desatentos, pois a cada pedido era necessário alguns  gestos  para chamá-lo, uma vez  que estava sempre olhando pro nada ou conversando. Fui ao local pra jantar. Para  iniciar pedi o famoso pão   da casa .  Pena que estava  frio!  Em seguida as Bebidas :  Suco de tomate , Pisco Sour e Caipirinha de Cachaça Orgânica e Limão Galego.  EntradaCeviche de Ostras de Santa Catarina e Empanada de Escarola, Ricota, Nozes e Parmigiano.  Pratos Principais : Peito de Boi Brangus braseado lentamente, Fregola Sarda, Iogurte artesanal e Harissa; Ojo de Bife Brangus brasileiro, Chimichurri, Cebolas tostadas ; Farofa do Lucas e Nero Di Seppia com Mexilhões frescos de Santa Catarina. SobremesaRabanada de Brioche Brulée, Bananas caramelizadas & Creme Inglês de Urucum . Recomendo o Peito de Boi  com a caipirinha ! Muito bom mesmo!






Entrada

Salão interno

 Pão é gostoso, mas ficaria bem mais se estivesse quentinho.

Arturito Bloody Mary Vodka, suco de tomate fresco temperado e salsão

Pisco Sour  - Pisco peruano, limão, açucar e agostura bitter 

Brasileira Cachaça orgânica, limão taithi, melado de cana orgânica


Ceviche de ostras de Santa Catarina

Empanada de escarola, ricota, nozes e parmigiano

Peito de boi brangus braseado lentamente, fregola sarda, iogurt artesanal e harissa

Ojo de bife brangus brasileiro, chimichurri, cebolas tostadas e farofa do Lucas

Nero di seppia com mexilhões frescos de Santa Catarina

Rabanada de brioche brulée, bananas caramelizadas & creme inglês de urucum 

Café  

Cantinho do Vocabulário Gastronômico do Restaurante Arturito:






  • Ceviche - é um prato de origem peruana baseado em peixe cru marinado em suco de limão ou lima ou outro cítrico

  • O pisco sour -  é um coquetel típico da gastronomia sul-americana, especialmente do Peru e Chile, preparado à base de pisco e limão
  • Pisco -  é o nome de duas variedades diferentes de aguardente de uva, produzidas respectivamente no Peru e no Chile.
  • Empanada-  na Espanha, e em quase todos os países da América Latina, é o equivalente ao pastel português, uma preparação individual de massa de farinha recheada e assada em forno ou frita.
  • escarola - é uma verdura semelhante à alface, porém suas folhas são mais duras, escuras e possuem sabor amargo.
  • O Parmigiano  - é o queijo italiano parmesão .
  • Fregola Sarda - é um tipo de pasta com forma esférica da ilha italiana da Sardenha.
  • Harissa - é um molho de pimenta picante comum na culinária da África do Norte (Marrocos, Tunísia, Argélia).
  • O chimichurri - é um molho tradicional na Argentina e no Uruguai, usado principalmente para fazer churrascos
  • Seppia -  é uma espécie de lula que possui uma bolsinha com um liquido preto. E o “Nero di seppia” se refere exatamente a pratos preparados com esse liquido escuro.
  • O mexilhão -  é um molusco bivalve da ordem Mytiloida, consumido como fonte de alimento
  • Brangus -  é uma raça bovina   resultado do cruzamento entre o Angus e o Zebu . No Brasil, trabalho similar de cruzamento, utilizando as raças Angus e Nelore, foi desenvolvido por técnicos do Ministério da Agricultura em Bagé, em fase experimental à partir de 1940.
  • Brioche -  é um pão doce de origem francesa, feito com alto teor de manteiga e ovo
  • O Brulée -  vem do francês, significa queimado – uma referência óbvia à casquinha crocante de açúcar queimado que cobre o creme.
  • Creme inglês -  é um creme feito com açúcar, gemas de ovos e leite quente, normalmente misturado com essência de baunilha
  •  Urucum -  é o fruto do urucuzeiro ou urucueiro, arvoreta da família das bixáceas, nativa na América tropical, que chega a atingir altura de até seis metros. Apresenta grandes folhas de cor verde-claro e flores rosadas com muitos estames. 


















sábado, 20 de agosto de 2016

Restaurante Dalva e Dito - São Paulo - Alex Atala





   O Restaurante Dalva e Dito do Chefe  Alex Atala oferece pratos do dia-a- dia da cozinha brasileira que lembram  pratos familiares  de diversas regiões do Brasil . Alex batiza a cozinha de afetiva, que representa a  cozinha das senhoras brasileiras , das nossas referências de mãe, avó, tia e sogra. A Casa combina a simplicidade dos pratos das nossas infâncias com os recursos da modernidade , a exemplo da  técnica de cozimento em baixa temperatura e a vácuo. A principal  vantagem do cozimento a vácuo é conservar a  qualidade e sabor dos alimentos.
O local é bem charmoso e amplo. O  atendimento é ótimo, as porções são generosas e os preços salgados. A cozinha é separada do salão do restaurante por vidros transparentes. Neste ambiente semi-integrado, o cliente pode observar a movimentação dos cozinheiros , principalmente  nas montagens dos pratos. É importante não criar a expectativa de que o prato do cardápio será tal qual o que vovó fazia na infância! Posso garantir que não será ! Fiquei empolgada com o Porco na Lata  ( minha MÃE fazia  e era maravilhoso!!!), mas ao olhar o cardápio desisti ! O da minha infância não  tinha pequi e optei pela Rabada.  Estive no local pra almoçar e gostei bastante! Na entrada pedi o tradicional Couvert (Pães de Milho, Pães de Queijo, Pasta de Feijão, Manteiga Aviação, Alho Assado e Compota de Legumes)  e Porção  de Pastéis ( Recheio de Carne-Seca com Abóbora e Catupiry e Vatapá com Camarão). Foram três pratos principais: Rabada ( Agrião, Canjiquinha, Arroz Branco e Pirão), Pato no Tucupi ( Arroz Branco, Farinha  e Jambu)  e Picadinho ( Carne picada, couve e Ovo).Sobremesa:  Cuscuz de Tapioca com Calda de Morango. A casa também faz muito sucesso com  a galinhada e galeto assado na Televisão  de Cachorro. Lembro que a galinhada só é servida aos sábados a partir da meia noite e sempre com muita fila. Achei tudo muito gostoso , mas não aprovei as inovações dos pratos que pedimos : o  agrião  da  rabada   e  o jambu do pato são servidos crus  e somente as folhas. Na minha casa a Rabada é feita  com o Agrião do rio (   tipo que tem caule) e  é cozido rapidamente no caldo. O Pato de uma amiga paraense usa do jambu  a folha e muita flor ( que dá dormência  na língua) .   Da próxima vez pedirei o galeto que é muito elogiado. 








Couvert (Pães de Milho, Pães de Queijo, Pasta de Feijão, Manteiga Aviação, Alho Assado e Compota de Legumes) .

Pimenta Baniwa

Porção  de Pastéis ( Recheio de Carne-Seca com Abóbora e Catupiru e Vatapá com Camarão).

Pato no Tucupi ( Arroz Branco, Farinha dàgua e Jambu)

Picadinho ( Carne picada, couve e Ovo)


Rabada ( Agrião, Canjiquinha, Arroz Branco e Pirão)

 Cuscuz de Tapioca com Calda de Morango